Música, Shows

John Mayer em Curitiba

O dia ainda estava claro quando, poucos minutos depois do horário marcado, a música do DJ parou e o telão anunciou o começo da apresentação de John Mayer e banda, pela turnê The Search for Everything. Com Moving On and Getting Better, John deu início a uma demonstração não apenas de seus hits, mas do talento como músico e de como entra em um mundo particular enquanto está no palco, fazendo caras e bocas enquanto toca inúmeros solos de guitarra e violão.

O show, dividido em quatro capítulos, teve início com toda a banda e com as músicas do seu último álbum, também chamado The Search For Everything, Changing e Helpless. A exceção dessa parte foi Why Georgia, um de seus primeiros sucessos.

Para o segundo capítulo, uma apresentação acústica e solo – a não ser por um momento, quando um percussionista acompanhou a melodia. Aqui pudemos voltar um pouco no tempo com Dreaming With a Broken Heart e Neon. Com Daughters, sucesso absoluto, ficou a missão de colocar todo o público da Pedreira Paulo Leminski para cantar junto.

O Capítulo três teve uma introdução em vídeo, explicando a origem desse formato. Aqui vimos o John Mayer Trio, uma banda focada em blues e formada por John, pelo baterista Steve Jordan e o baixista Pino Palladino. Como esperado, as músicas com mais foco nesse ritmo apareceram: Vultures e Who Did You Think I Was.

Para encerrar, o quarto capítulo: um reprise do primeiro com toda a banda de volta ao palco. Mais sucessos dominaram a apresentação, como Queen of California, Waiting on the World to Change e Slow Dancing on a Burning Room. Também veio o pedido em massa por Stop This Train, atendido com direito a piada e acordo: a banda tocaria, se antes eles pudessem cantar as outras músicas que não eram Stop This Train e que estavam se sentindo menosprezadas por isso.

Durante Dear Marie, as luzes do palco apagaram e o público respondeu acendendo as lanternas dos celulares. Ao fim da música John saiu do palco e deixou todos na expectativa. Foi um momento “à luz de velas” aparentemente não planejado: aconteceu uma queda na iluminação mesmo. No encore, Stop This Train veio e teve seu começo iluminado apenas por telas brancas improvisadas nos telões laterais e do fundo do palco. Mas para o fim, tudo já estava normal, para a felicidade de quem estava longe do palco. O encerramento ficou por conta de Gravity, hit bem conhecido dos fãs.

Foram 18 músicas e duas horas de show, mas ainda assim sucessos acabaram de fora. Tanto as mais novas Love On The Weekend e You’re Gonna Live Forever in Me, quanto as mais antigas, como Your Body is a Wonderland. Acabou que o set-list foi diferente dos outros dois shows da turnê que já aconteceram no Brasil, o que é quase uma marca de John Mayer – tentar adivinhar o set-list tendo como base apresentações passadas é quase um pesadelo.

Durante todo o show, John abusou do talento na guitarra. Solos e mais solos encantaram os fãs Curitibanos. John não interage muito, mas é visível que ele está 100% no palco, completamente dedicado às músicas e nos dá um pedacinho desse seu universo em cada apresentação.

O set-list completo:

Chapter 1: Full Band
Moving On and Getting Over
Why Georgia
Helpless
Changing
In the Blood

Chapter 2: Acoustic
Dreaming With A Broken Heart
Daughters
Neon

Chapter 3: Trio
Cross Road Blues
Vultures
Who Did You Think I Was

Chapter 4: Full Band (Reprise)
Queen of California
Something Like Olivia
Slow Dancing In A Burning Room
Waiting On The World To Change
Dear Marie

Encore:
Stop This Train
Gravity

Previous Post Next Post

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply