Young Adult

Resenha: Talvez um dia, Colleen Hoover

Talvez um dia foi meu primeiro contato com Colleen Hoover. Me conquistou já na sinopse e foi uma delícia de ler. Tem drama, romance, dúvidas, personagens fortes e até trilha sonora! Li super rápido e foi daqueles livros que não queria que a história terminasse.

Um dos livros mais comentados de 2015, nos Estados Unidos, este é mais um sucesso arrebatador de Colleen Hoover, autora das séries Slammed e Hopeless.

Sydney acabou de completar 22 anos e já fez algo inédito em sua vida: socou a cara da ex- melhor amiga. Até hoje, ela não podia reclamar da vida. Um namorado atencioso, uma melhor amiga com quem dividia o apartamento… Tudo bem, até Sydney descobrir que as duas pessoas em quem mais confiava se pegavam quando ela não estava por perto. Até que foi um soco merecido. Sydney encontra abrigo na casa de Ridge. Um músico cujo talento ela vinha admirando há um tempo. Juntos, os dois descobrem um entrosamento fora do comum para compor e uma atração que só cresce com o tempo. O problema é que Ridge tem uma namorada, e a última coisa que Sydney precisa agora é se transformar numa traidora.
Fonte: Skoob

Colleen já agarrou minha atenção com a sinopse, mas quando abri o livro e encontrei uma mensagem da autora com um QR code indicando onde ir para ouvir as músicas criadas no livro, tive certeza que, mesmo se não gostasse da história, já ia gostar pelo menos do trabalho feito com ele. No fim, acabei gostando de tudo!

A autora criou drama, que vira um romance fofo, porém complicado, colocou mais um pouco de drama no meio e nos deixa com cara de “o que vai acontecer agora?” em boa parte do livro. Começamos conhecendo Sydney, que acabou de descobrir que seu namorado a traia com sua melhor amiga, quem dividia o apartamento com ela. Ela sai de casa, mas sem ter para onde ir, fica no pátio do prédio, até que um de seus vizinhos a chama para morar com ele.

A narrativa pausa e volta no tempo para nos apresentar o vizinho: Ridge. Ele conheceu Sydney quando ela, estudante de música, ficava na varanda do seu apartamento para ouvi-lo tocar violão. Eles passam a conversar por que ele reparou que ela começou a criar letras para as músicas que ele toca. Ridge é compositor, mas está no meio de um bloqueio criativo. Eles começam uma parceria musical.

Morando juntos, eles passam a se envolver e nós nos envolvemos com o drama do casal. Ridge deixa a namorada para ficar com Sydney? Sydney se torna sua ex-melhor amiga por estar apaixonada por alguém comprometido? Colleen criou também os personagens mais sinceros que já li. Se não contam o que está na cabeça deles em conversas, os sentimentos aparecem nas letras das músicas. Nessa hora eu não sabia o que queria que acontecesse. Queria que ficassem juntos, mas seria tão injusto com a namorada dele! Tem ainda mais drama na história, mas vocês só vão descobrir lendo.

Os capítulos são curtinhos e cada um apresenta o ponto de vista da Syd e do Ridge, que dividem a narrativa. A escrita é super atual e real: Sydney e Ridge parecem pessoas de verdade. Colleen acertou o ponto nessa história. Além das músicas, o livro também conta com um epílogo, que está no site oficial da história, em inglês. Dá pra encontrar em www.maybesomedaysoundtrack.com, mas só lê colocando a senha, que é a última palavra do último capítulo. Talvez um dia é seguido de “Maybe Not”, que conta a história das duas outras pessoas que moram com Ridge: Warren e Bridgette.

Ficha técnica
Autor: Colleen Hoover
Editora: Galera Record
Ano: 2016
Páginas: 368
ISBN-10: 8501050318

Previous Post Next Post

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply